Dezembro de 2002

Dezembro de 2002

natal-2001

“Os visitantes impressionavam-se sempre com a maneira de ser calma do Mestre.
– Não tenho tempo para me apressar – dizia ele.

– Não nos vai desejar Feliz Natal?

O Mestre olhou para a folhinha, viu que era quinta-feira e disse: – Prefiro desejar-lhes uma feliz quinta-feira.

Os cristãos presentes no convento sentiram-se ofendidos, até que o Mestre explicou:
– Milhões de pessoas vão desfrutar não o dia de hoje, mas o dia de Natal – por isso têm apenas uma alegria passageira. Mas, para quem aprendeu a desfrutar o dia de hoje, é Natal todos os dias.”

om-rafeiro

Os votos sinceros de um Novo Ano pleno de Luz, Paz e Harmonia. A Alegria e a vivência centrada no momento presente dão-nos a coragem para, como nos diz Santo Inácio de Loiola, fazermos tudo como se tudo dependa de Deus mas fazermos tudo como se tudo dependa de nós – Só aceitando as dificuldades e as nossas limitações podemos dar mais Luz ao nosso lado Luz, enfraquecendo o lado sombra.

Que a Luz desça sobre a Terra!

Com Amizade,
Paula Soveral