Número do Ano Pessoal

Número do Ano Pessoal

O número do Ano Pessoal dá-lhe a indicação de como será influenciado o seu ano. Independentemente do ano em que estamos, cada um tem o seu Ano Pessoal, que vai de aniversário a aniversário. Obtém-se somando o dia e o mês da data de nascimento ao ano em que se está.

No exemplo dado, o João Silva nasceu a 22 de Maio. Logo, soma-se 22 com 5 (Maio) e o ano em curso (neste caso 2003). Assim:happy-new-year-2014

2 + 2 + 5 + 2 + 3 = 14 = 5

A partir de Maio, o João Silva estará num Ano Pessoal 5 até ao próximo aniversário.

 

Ano Pessoal 1

A palavra de ordem é ACÇÃO. Inicia-se um novo ciclo de 9 anos. É um ano de mudança, progresso, começo ou recomeço. É preciso definir bem os objectivos e aproveitar as oportunidades; siga a sua opinião e a sua intuição; combata a preguiça, faça, plante, semeie, seleccione, reencontre a sua liberdade de acção e de pensamento; mude de actividade ou invista no seu futuro; novos conhecimentos que podem vir a tornar-se importantes; provável mudança de casa ou de emprego.

Se este ano 1 provém de um ano 10, as mudanças serão ainda mais acentuadas.

Ano Pessoal 2

A palavra de ordem é ESPERA. A acção do ano 1 dá lugar à semente que, uma vez plantada, deve germinar; tenha muita paciência e saiba ficar na retaguarda; mantenha-se receptivo, calmo e atento e não precipite nada; em vez de ficar sozinho, junte-se aos outros, trabalhe em equipa. Deve aprender a encontrar soluções para os problemas com a ajuda dos outros, mas, mesmo assim, deve ser cauteloso no plano relacional. Reforce as amizades e as relações, em geral, e procure a harmonia para evitar o conflito. O ano é favorável para economizar, mas deverá desconfiar da sua própria credulidade. Como um ano 2 tanto pode ser para formar uniões ou associações como ser passível de uma ruptura, seja prudente e analise todas as questões atentamente antes de tomar decisões.

Ano Pessoal 3

A palavra de ordem é EXPRESSÃO. O 3 é um número de síntese; a planta rompe, o ano é de alegria, optimismo, epicurismo e criatividade. Aproveite o momento presente mas não se disperse! Evite prazeres fugazes e demasiada actividade social; acentuado o nível de sedução e a tendência para oflirt… use as suas capacidades criativas e artísticas, imagine, partilhe, receba, fale e ria! O ano pode ser de sucesso, tudo depende da sua atitude, desenvolva a concentração e canalize as suas energias para o que realmente lhe interessa.

Se este ano provém do número 12 prepare-se para ter certas dificuldades, a oportunidade aparece a afasta-se; aceite certos sacrifícios, pois vale a pena.

Ano Pessoal 4

A palavra de ordem é ORGANIZAÇÃO, RIGOR. É um ano de estabilização, de construção. Seja prático, eficiente e corajoso. Aplique-se com ordem, método e disciplina. Desenvolva pensamentos sãos, racionais, concentrados e seja reflectido e poupado. Aceite as limitações e os bloqueios sem diminuir esforços; ultrapasse o sentimento de frustração e perceba que é um ano para ser dedicado ao TRABALHO; quanto mais construir, mais irá recolher no ano seguinte. Pode ser um ano com algumas restrições pessoais, possivelmente sentidas a nível sentimental e da saúde, adiamento de projectos e restrições económicas – tudo isto é passageiro, trabalhe e evite fazer mudanças e viagens.

Se o ano 4 resulta de um número 13, pode ocorrer uma mudança profunda e radical, que servirá de abertura a novas oportunidades.

Ano Pessoal 5

A palavra de ordem é LIBERTAÇÃO. Quebram-se as amarras e abrem-se novos horizontes; recolhe-se o fruto do que se acumulou no ano 4; é um ano fluido. Fuja à rotina, abra-se a novas relações e novas amizades. Abandone o passado e deixe que a sua curiosidade se manifeste – veja as coisas sob um novo prisma. Viaje, mexa-se, aprenda, comunique sem medo e saiba agarrar as oportunidades.

Lute contra os impulsos negativos, use o seu discernimento. Espere uma melhoria da sua situação, do seu negócio, compra ou transformação da casa, estabelecimento de negócio próprio, casamento, etc. Apesar de ser um ano de sorte, não abuse dela, pois pode haver retrocesso em vez de progresso. Tendência a aventuras, traições e acidentes; as tentações existem e estarão mais fortes, bem como os apetites físicos. Saiba controlar-se e usar de bom senso e pense nas consequências dos seus actos.

Ano Pessoal 6

A palavra de ordem é BUSCA DE HARMONIA e/ou INDECISÃO.

Um ano em que terá que fazer escolhas e tomar opções; em que será confrontado com situações que o deixam dividido ou indeciso. Aproveite para, com muita calma e ponderação, consolidar a sua vida afectiva. Assuma as suas responsabilidades, evite todo o tipo de egoísmo e saiba conciliar. Acabe aquilo que começou. Evite a tendência para se sentir um “mártir”- pense nos outros, nos seus familiares, nos filhos, nos amigos. Acalme as tensões, usando sabedoria e bom senso. As finanças estão protegidas e o sucesso profissional também, mas é, essencialmente, um ano para se dedicar ao lar, à família, ao amor e à amizade.

Apenas um alerta: evite imiscuir-se demais nos assuntos alheios…

Ano Pessoal 7

A palavra de ordem é REFLEXÃO.

Durante este ano o ritmo diminui; sente necessidade de parar, reflectir, analisar, fazer o ponto da situação e obter um pouco mais de sossego. Introspecção e compreensão são necessárias para descobrir novos pontos de interesse. Desenvolva a vida interior: medite, reencontre a natureza, aborde assuntos espirituais, aprofunde os assuntos do seu interesse e descanse.

Prepare-se para a possível deterioração de certas uniões, associações ou colaborações; o balanço dá lugar ao novo. Dê lugar à prudência e à lucidez. Não invista materialmente, pois arrisca-se a perder dinheiro, embora o bom nível das finanças possa ser mantido. Se puder ter um ano mais leve, empreenda uma viagem cultural ou goze umas longas férias, pois seria muito benéfico. É um ano em que há hipóteses de tudo avançar, se souber manter-se calmo e deixar as coisas fluírem naturalmente…

Ano Pessoal 8

A palavra de ordem é PROVEITO. Muita atenção, pois é um ano de TUDO ou NADA!!! Isto é, o 8 é o número do dinheiro; um ano 8 tanto pode ser de fortuna e sucesso material como de falência!!!, tudo depende de si e do seu equilíbrio. Mas durante este ano prevalecem os assuntos materiais; é preciso trabalhar, dirigir, organizar, gerir e… sobretudo, tomar as rédeas dos acontecimentos, para não ter más surpresas. Sempre atento, com trabalho organizado e não se deixando envaidecer pelos lucros obtidos, pode ter um ano frutuoso. No entanto, evite todo o tipo de excessos, a falta de moderação, qualquer abuso de poder. Tente conservar um pouco de sensibilidade. O aumento das finanças, as promoções ou realizações de envergadura são possíveis, tal como foi dito, se souber manter as rédeas e o bom senso. Senão, corre o risco do oposto…

Se o ano 8 resulta do número 26, seja prudente, pois as perdas são mais evidentes e pode encontrar certos obstáculos.

Ano Pessoal 9

A palavra de ordem é BALANÇO. O número 9 indica também o fim de um ciclo. É um ano de conclusão – largar o que já está gasto, cansado, cristalizado, pode não ser fácil e implica esforços e sacrifícios. É um ano de purga, largar o velho para dar lugar ao novo. Se existem situações que já estão acabadas e desgastadas, quer a nível afectivo ou profissional, é muito natural que não sobrevivam a um ano 9; muitas vezes as pessoas não aceitam estes fins, mantendo certas situações desgastadas e o que se passa é que elas vêm a arrebentar mais tarde de forma violenta (normalmente num ano 11!), ou as pessoas adoecem enquanto mantêm uma situação que as desgosta e não satisfaz. Elimine o que já não lhe serve, vigie a sua saúde e controle a emotividade. Encare as possíveis perdas e sacrifícios como necessários a um renascimento. Aproveite este ano para interiorizar e amadurecer ideias e projectos que porá em prática no ano seguinte (Um).

Ano Pessoal 11

A palavra de ordem é REVELAÇÃO. Considera-se um ano 11 quando a soma dos algarismos dá exactamente 11, senão veja o ano 2.

Durante um ano 11 aplique, use a abuse da sua intuição e lute pelos seus ideais. Responda às suasaspirações mais profundas, aja em benefício dos outros, sem esperar nada em troca. Num ano 11 pode sentir-se obrigado a tomar decisões, sobretudo se não as tomou ao longo de um ano 9…

Pode realizar um projecto ou uma mudança ambiciosos, e a mudar a sua vida de forma original. Dê provas de força, vontade e coragem; evite ser dominador, impaciente e exigente, mas recuse todo o tipo de limitações. É um ano de serviço aos outros, de forma incondicional. É um ano de desenvolvimento interior e crescimento, mas pouco favorável ao sector material e à vida afectiva. Deve vigiar o seu sistema nervoso e, se necessário, recorrer à ajuda psicológica. Em resumo, é um ano em que é preciso reflectir muito bem antes de agir, pois as decisões que se tomam podem tornar-se irreversíveis!

Ano Pessoal 22

A palavra de ordem é REALIZAÇÃO. É preciso impreterivelmente que os números somados dêem exactamente 22, senão veja o ano 4.

É um ano muito, muito raro. Intenso em que os seus ideais estarão exaltados ao serviço da humanidade. É um ano de TUDO ou NADA! É preciso passar do sonho à realidade. Fuja do egoísmo e do seu interesse pessoal e ponha em prática tudo aquilo com que sonhou, construindo para TODOS, pois é um ano de progresso e de vanguarda. A sua visão deve ser ampla, alargue os horizontes, seja eficaz e sobretudo ÚTIL. Saiba agarrar as oportunidades excepcionais, mas tenha muita atenção para não cair na armadilha do egoísmo, da impetuosidade e de se tornar megalómano. Tente manter, a todo o custo, o seu equilíbrio mental e psicológico, apesar de todas as tensões, pois pode deitar tudo a perder. É um ano excepcional para grandes realizações, em geral benéfico para a saúde (desde que a parte mental não seja afectada) e fraco para o sector afectivo.