Ghee Óleo de manteiga purificada

Ghee
Óleo de manteiga purificada

(lê-se “gui”)

O Ghee é doce, refrescante e tem reacção doce. É um produto feito a partir da purificação da manteiga de leite de vaca ou da manteiga de leite de qualquer outro animal mamífero. A sua vasta utilização é bastante ampla dentro da cultura indiana – como na fitoterapia, na cosmética e um importantíssimo artigo das cerimónias ritualísticas hinduístas. Existem várias maneiras de denominá-lo: óleo purificado da manteiga, manteiga clarificada, emoliente básico, manteiga de garrafa, usli-ghee.

Nos “Shastras” (escrituras sagradas antigas da Índia), especialmente para o Ayurveda (ciência médica tradicional milenar indiana), o Ghee tem diversas funções terapêuticas: é pesado, se tomado em excesso aumenta Kapha (i.e., engorda), se tomado moderadamente é bom para Vata, Pitta, Kapha, controla todos os “doshas”. Possui propriedades altamente rejuvenescedoras das células, incrementando a longevidade, melhora a memória, a discriminação da inteligência, fortalece os tecidos, incrementa a fertilidade. É excelente alimento para a voz e para a garganta.

O Ghee é muito importante para o crescimento das crianças por promover a construção dos sete “Dathus”(tecidos) (os sete tecidos são: sangue, plasma, músculo, gordura, osso, medula e nervos, tecidos reprodutores).

Funções terapêuticas:

Intoxicação, erupções, cortes, queimaduras, herpes, úlceras, febres, enfermidades do peito, problemas mentais, obstipação, dores de cabeça, problemas dos olhos e ouvidos, tónico pulmonar. O Ghee é largamente utilizado na fitoterapia tradicional, servindo como veículo para as ervas adequadas para cada problema. As ervas são maceradas ou fervidas junto com o Ghee, em seguida administra-se uma colher de sopa ou um cálice diariamente dependendo do caso. O Ghee pode ser usado também como óleo para massagem e na confecção de máscaras terapêuticas na cosmética natural.

O Ghee na culinária é um excelente elemento para abrir o apetite, aumenta o sabor de todos os alimentos. De maneira bastante simples, o Ghee pode ser utilizado para todos os tipos de preparações culinárias da mesma maneira que os outros óleos e pode ser usado em menor quantidade. O Ghee, por não ser um óleo saturado, torna-se bastante assimilável e não contém colesterol (nem aumenta o colesterol).

Como fazer Ghee (óleo de manteiga purificada)

Compre vários pacotes de manteiga sem sal. Coloque num tacho (não use alumínio; de preferência um tacho de cobre ou de inox com fundo bem grosso para não deixar fritar a manteiga) e em lume muito brando deixe a manteiga derreter e ir fervendo devagarinho (sem fritar). Com um passador vá retirando toda a espuma branca (a água e impurezas que a manteiga contém) que vai aparecendo ao de cima. Quando não houver mais espuma e o líquido estiver totalmente transparente e amarelinho, está pronto. Coloque em recipientes de vidro com tampa, mas só tape quando arrefecer. O processo demora cerca de 1h30 / 2h00 para 4 kg de manteiga.
Quando estiver frio, deve tapar os recipientes e guardá-los onde quiser, não é necessário guardar no frigorífico, a não ser que esteja num recipiente destapado. O Ghee só engorda se consumido em quantidades excessivas, não provoca colesterol e favorece um saudável trânsito intestinal. Utiliza-se em substituição da manteiga e das margarinas e dos óleos comuns nada saudáveis.
Mesmo fora do frigorífico, não se estraga quando bem fechado.

NOTA: este processo é moroso e requer muita paciência. Se quiser, pode comprar latas de ghee nos supermercados indianos (Martim Moniz, Av. Da Igreja, etc.), mas o ghee caseiro é melhor e mais puro.