Alfazema

Alfazema

alfazema

Planta muito popular nativa da região mediterrânica, anti-séptica e antibacteriana. Todas as partes da planta são aromáticas, sobretudo as flores de côr azulada / lilás associada ao Verão.

Os Romanos utilizavam-na para perfumar a água do banho. Também se utiliza para afugentar insectos e eficaz contra a traça.

Usos Medicinais:

Sedativa e calmante. Reduz o stress mental. Especialmente indicada para tratamento da ansiedade, depressão, dores de cabeça, apoplexia, paralisias, asfixia, catarro, todas as doenças nervosas, digestões diifíceis, espasmos e flatulência, vómitos nervosos, atrasos na menstruação, febres e sarampo. Pode ser usada directamente sobre a pele, para aliviar queimaduras, desinfectar pequenas feridas. Os banhos terapêuticos aliviam as dores reumáticas, problemas circulatórios e baixam a febre.

Preparação:

Infusão de cerca de 15 gr de flores secas para 1 litro de água. Deve-se beber quente, 3 a 4 vezes por dia. Para insónias, 1 chávena com 1 colher de mel ao deitar. No banho, utilize cerca de 20 a 30 gotas de óleo essencial ou junte 1 litro do chá coado. Paramassagem, utilize algumas gotas do óleo essencial (puro ou diluído num óleo base tal como: óleo de sésamo, óleo de jojoba, amêndoas doces, etc.) massajando as mãos, os pulsos, a nuca, por detrás das orelhas, a testa (cuidado com os olhos) ou qualquer parte do corpo que precise de ser massajada, relaxada; nas articulações deve fazer movimentos circulares de dentro para fora.

Precauções:

Esta planta não tem contra-indicações. No entanto, deve ser utilizada com cuidado durante a gravidez. O óleo essencial pode ser aplicado directamente sobre a pele mas não deve ser ingerido.